quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

26° e 27° dia San Juan

26° dia - dia 5 de janeiro de 2016 


          Cheguei no hospital a tarde conversando com o Samuel ele falou que na noite anterior sentiu muitas dores na perna e depois de um bom tempo apareceu alguém para colocar um analgésico e em função deste analgésico foram obrigados a colocar uma sonda uretral novamente, pois ele não conseguia urinar, e estava com febre quando eu cheguei lá. Pensei que seria possível que ele não receberia alta no dia seguinte. Fiquei ali por algumas horas e voltei pra casa.


27° dia - dia 6 de janeiro de 2016


         Dia marcado para a alta, fui ao hospital e o Samuel já estava melhor, sem febre e sem dor, tinham retirado a sonda e estavam apenas esperando acabar a edição que estava nos soros que ele ainda estava recebendo para dar alta. Lá pelas 17:00 horas chegou o Roberth, irmão dele, então fui comprar a muleta e os remédio que o médico tinha passado e voltei lá. O Roberth tinha que ir comigo na casa do Cristian pegar a moto e íamos dormir lá também. Fomos então para lá.
         Chegamos lá e o Cristian não estava, o irmão dele abriu a porta do quarto onde estava a moto, pegamos a moto e começamos a desmontar para que coubesse dentro do Passat, tiramos as bengalas, rodas e rabeta e colocamos a moto dentro do carro.


O Roberth mostrando ao Aníbal os caminhos que ele tinha feito até chegar ali.

Com a moto já devidamente guardada lá dentro um registro da viatura de resgate.

          Montamos a barraca do Samuel ao lado da minha e fomos dormir. No meio da noite começou um vento acompanhado de chuva, como a já tinha alagado o lugar onde estávamos acampados uns dias antes, pegamos as barracas e colocamos no quarto onde estava a moto e assim dormirmos tranquilos.