segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

13° dia de Hualfin a Jáchal 580 km



Pegamos a estrada cedo e seguimos pela ruta 40 e logo chegamos a um trevo seguimos num trecho compartilhado da ruta 40 com a 60, depois de uns 5 km teria um trevo que entraria para a ruta 40, segui reto e foeus mos  até Aimogasta, lá fui conferir no GPS o roteiro e vi que tinha passado reto e que tinha que voltar 40 km para pegar a ruta certa. Voltamos para a estrada, pegamos a estrada correta e continuamos até meio dia, sob um sol forte paramos no meio de uma reta sob uma árvore para comer, enquanto comíamos passa um ciclista carregado debaixo daquele sol. Vendo aquilo vi que quem chama a gente de louco por fazer viagens assim com moto de baixa cilindrada está muito errado. O doido é o cara, fiquei pensando na reação dele depois de chegar no fim daquela reta gigante e ver que tinha uma maior ainda. Estes caras sim tem meu respeito, são os meus "ídolos".





Já conhecia as casinhas da Difunta Correa e do Gauchito Gil, esta foi a primeira que achei do El Degolladito. Em uma pesquisa pela net eu encontrei informações que dão conta de que ele foi um homem que foi roubado e assassinado nesta região e que dizem os locais realizar milagres, ali deixam velas, agua, peças de carro, objetos variados, etc.
Continuando pela ruta chegamos chegamos a Jáchal já a tardezinha, a estrada que liga Villa Union a Jáchal eu já conhecia de uma viagem de 2013, lugar lindo com formações rochosas bonitas e cores variadas.













            Uns 30 km depois de Jachal achamos um lugar bom pra acampar, mas com muitos mosquitos, não picavam mas incomodavam bastante. Esta noite ventou muito, em uma das rajadas o vento chegou a levantar um pouco a barraca (um lado dela) comigo dentro.