quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

6° dia de Yacuíba-Bol à Tarija-Bol 540 km



            Saímos de Yacuíba cedinho com destino a Villamontes por rodovia asfalta, chegamos em Villamontes fomos abastecer, a gasolina para bolivianos custava 3,74 Bs e para estrangeiros 8,68 Bs, abasteci a minha no preço de estrangeiro e enquanto os outros ficaram esperando e pensando no que fazer.




           Acharam um cara que estava ali com caminhão e tinha um galão de 20 litros e convenceram o cara a comprar a gasolina e vende pra gente, saímos do posto e fomos aguardar na esquina, depois de uma meia hora ele chegou, deixou e galão e falou que em 15 minutos voltaria pra pegar o galão e o dinheiro. Colocamos a gasolina em galões e nos tanques, depois o cara chegou e pagamos ele ao valor de 5,00 Bs o litro, R$1,50 mais barato o litro que o preço pra estrangeiro, depois de 1:30 horas perdidas seguimos viagem, agora por 120 km de estrada não pavimentada, o primeiro teste para os novatos neste tipo de terreno.
Começamos no trecho e logo de cara a estrada já mostra todo o perigo que ela representa, muitas curvas com precipícios e deixam lembranças dos que não respeitaram ela, tinha um ônibus lá embaixo do precipício, abandonado.


O ônibus está lá no fundo.

        Neste trecho tivemos o primeiro pneu furado da viagem, a moto do Samuel, enquanto ele sacava a roda eu fui tirando minhas bugigangas para pegar o compressor e a espátula, depois de uma meia hora estávamos rodando novamente, seguimos até um bloqueio que seria liberado em meia hora e tivemos que esperar.


Ainda secando o cobertor


Liberada a rodovia então seguimos atrás de caminhões e carros que levantavam uma poeira incrível, o tal do talco boliviano, chegamos no primeiro pedaço de asfalto imundos e com sede, paramos pra tomar uma Coca e depois pegamos a estrada novamente e mais um pedaço de estrada de chão e depois asfalto até Tarija. Em Tarija pegamos a ruta que leva para Potosi, agora realmente começava a subida da cordilheira, fomos subindo e chegamos perto de 4000 metros de altitude para descer um pouco depois e dormir no deserto a uma altitude de 3200 metros 70 km depois de Tarija.



Garagem do "hotel".